Anúncio local - Faça o seu também




Publicado em 03/04/2017 - 13:16 e atualizado em

Menina morta em Acari tinha família em Japeri

A jovem Maria Eduarda de 13 anos, morta na semana passada dentro de uma escola municipal do Rio tinha familiares em Japeri.

Em entrevista para a imprensa carioca, Daniela Conceição afirmou que sua irmã vinha com frequência para Japeri por ser menos violento do que a comunidade em que morava.

“Ela estava sempre lá em casa, e a gente falava: ‘Maria Eduarda, toma cuidado’. A gente tentava levar ela lá pra casa porque sabia que não tinha segurança nenhuma. Mas lá ela tinha a mãe”, lamenta Daniela, que conta como a violência já fazia parte do cotidiano da adolescente na escola.

“Ela dizia: ‘Não, irmã, quando a gente vê que tem tiro, a gente já se abriga, deita no chão’. Eles lá tinham os meios de se esconder. Só que como não era uma operação, estava em aula normal”.

A tensão vivida pela jovem Maria Eduarda é a nova realidade de centenas de estudantes de Japeri que também precisam se esconder debaixo das carteiras escolares assim que o primeiro tiro é ouvido do lado de fora do colégio.

O site Japeri Online lamenta a morte da jovem Maria Eduarda e acende a luz vermelha em nossa cidade para que o mesmo não aconteça com os alunos de Japeri.

Foto: Reprodução

Fundador e Editor do Site Japeri Online