Publicado em 09/12/2017 - 10:09 e atualizado em

Lula em Nova Iguaçu teve confusão, discursos e agradecimentos 




Nesta quinta, dia 7/12, Nova Iguaçu contou com a presença do ex-presidente Lula, na Praça Rui Barbosa no Calçadão cidade.

Com um número de pessoas suficiente para encher a praça, centenas de militantes e simpatizantes esperaram a chegada do ex-presidente num clima de descontração. Parte da mídia tem criticado o baixo número de participantes nos eventos do PT, porém o público foi considerado muito bom pelos organizadores, já que o momento do Brasil é outro. 

Briga

Apesar do clima pacífico e do forte policiamento,  logo no início houve uma confusão com a chegada do Movimento Brasil Livre (MBL), mas logo apartada. O movimento chegou com faixas e gritando palavras de ordem contra o PT e os grupos se enfrentaram.

Militantes e simpatizantes agradecem

O evento contou com a presença também de pessoas beneficiadas pelos programas feitos no governo Lula. Três estudantes da rural, entre eles um deficiente visual falaram como a gestão do petista mudou suas vidas. Também falaram no palco, um morador do bairro Cabuçu beneficiado com as obras do PAC e algumas pessoas da agricultura familiar que ofereceram uma cesta de alimentos orgânicos ao ex-presidente, beneficiados pela lei do incentivo ao pequeno produtor rural.

‎Ao seu lado, grandes nomes de seu partido (PT) e também de outros como o PC do B de Jandira Feghali. Marcaram presença também  Lindberg Farias, Waldeck Carneiro, Benedita da Silva, Celso Amorim e representando o governo Ferreirinha, vice-prefeito da cidade com seu discurso de apoio ao governo.

Em seu discurso, Lula abordou os direitos dos trabalhadores que foi tirado pelo governo Temer e também prometeu manter os programas sociais, reafirmando sua candidatura em 2018.

Cenário político para 2018

Independente do lado político que se encontre, é notória a popularidade que o Lula ainda tem perante a grande massa. Caso se confirme a candidatura de Lula, Bolsonaro, João Doria entre outros nomes já ventilados, a corrida pelo Planato promete ser bem disputado.

E tal como no Fla-Flu, a política acabou ganhando um ar clubístico, mas o diferente do futebol que usa as habilidades físicas de um coletivo, a política usa a ideologia e por esse motivo ouvir deve ser mais importante do que falar.

Colaboradora do site Japeri Online e futura estudante de Jornalismo




Últimas Notícias